carregando...

Sociedade Goiana de Pediatria realiza Jornada sobre Desenvolvimento Infantil

Filiadas 14/03/2016

Evento Goiânia 02

 

A campanha Receite um Livro, realizada pela SBP em parceria com as Fundações Itaú Social e Maria Cecília Souto Vidigal, chegou à Goiânia no último sábado, 5 de março, com a Jornada de Desenvolvimento Infantil, realizada pela Sociedade Goiana de Pediatria (SGP). Participaram cerca de 150 pessoas, das quais 130 pediatras. “Reunimos um número expressivo de colegas, que certamente vão utilizar a leitura no dia a dia com seus pacientes”, observa Leônidas Bueno Fernandes, presidente da filiada. A secretária-geral da SGP, Ana Márcia Guimarães Alves, elogiou o conteúdo informativo apresentado e assinalou que os objetivos foram plenamente cumpridos.

A SBP contribuiu com três palestras. Ricardo Halpern, presidente do Departamento de Desenvolvimento e Comportamento e Rachel Niskier Sanchez, coordenadora de Campanhas, falaram sobre os aspectos marcantes do desenvolvimento de crianças na primeira infância, o papel da leitura como fator de promoção e a contribuição dos pediatras no acompanhamento dos pequenos e de suas famílias. Ércio Amaro Filho, diretor de Cursos e Eventos, salientou a  importância da realização da Jornada para a SBP, tanto para a divulgação do conteúdo proposto, como pela participação da filiada nas campanhas nacionais.

Dra. Rachel lembrou que “com o lançamento da campanha Receite um Livro, durante o 37º Congresso Brasileiro de Pediatria, ficou evidente a necessidade de lembrar ao pediatra que o livro é parte importante para o desenvolvimento saudável de crianças e adolescentes”.

Dr. Ricardo Halpern frisou a importância de ler e contar histórias. “Estamos começando um trabalho regionalmente, para que os pediatras tenham o compromisso de prescrever livros aos seus pacientes, mostrando aos pais os benefícios da leitura desde a infância, e saibam o quanto é importante para o desenvolvimento das crianças”, reforçou. O especialista assinalou também que há muitos colegas no Brasil interessados nessa nova área. “É muito importante divulgar de forma consistente esse olhar adicional, sobre questões do Desenvolvimento e Comportamento, além do trabalho já tradicional do médico da criança e do adolescente e temos recebido mensagens de todas as regiões”, adianta.