Artigos da nova edição da revista Residência Pediátrica já estão no ar

Já estão disponíveis os artigos iniciais do volume 9, número 1, da revista Residência Pediátrica (RP). Com edições completas divulgadas quadrimestralmente, a publicação é atualizada a cada mês com novos textos, que podem ser acessados livremente para leitura e download. O objetivo da revista RP é dar mais dinamismo à circulação da produção científica no País, assim como contribuir para a formação acadêmica dos residentes.

ACESSE AQUI OS ARTIGOS DO NOVO VOLUME DA REVISTA RP

A seção Artigo Original relata uma série de casos de pacientes acometidos pela “Deficiência seletiva de IgA”, a imunodeficiência primária mais comum, com prevalência de um para 600 pessoas, em caucasianos. O texto ressalta a necessidade do acompanhamento regular, pois apesar de apresentar uma evolução geralmente benigna, a doença pode incorrer em quadros infecciosos recorrentes e alérgicos graves.

Em Relato de Caso, o artigo “Origem anômala da artéria coronária esquerda a partir da artéria pulmonar” apresenta um relato de caso para discutir a complexidade diagnóstica da patologia. A doença, que normalmente se manifesta nos primeiros dois meses de vida, ainda é subdiagnosticada devido à dificuldade de interpretação dos seus sintomas. Além disso, o resumo traz indicações sobre a realização do tratamento cirúrgico, único método indicado para garantir uma evolução satisfatória do paciente.

No texto seguinte, os autores explicitam um episódio de infecção fúngica superficial da haste capilar e dos folículos do couro cabeludo denominada Kerion celsi. O problema é uma manifestação grave da Tinea capitis, uma intensa resposta imune à infecção causada pelo fungo Microsporum canis. No resumo, é ressaltada a importância do diagnóstico precoce e do tratamento para evitar o aumento da transmissão e das sequelas deixadas pela infecção.

Já em Artigo de Revisão, a “Microcefalia: semiologia e abordagem diagnóstica” traz uma contextualização da doença à luz das atualizações evidenciadas em 2015, a partir do surto de microcefalia ocorrido em Pernambuco. Apesar de uma importante parcela dos diagnósticos estar diretamente ligada à infecção congênita pelo Zika vírus, o resumo ressalta que a doença tem etiologia complexa e multifatorial. No artigo, são discutidos o conceito, epidemiologia, semiologia e causas da microcefalia com base numa revisão detalhada da literatura.

Para conhecer todas as novidades sobre a revista RP, acesse as redes sociais da publicação: Instagram, Facebook, LinkedIn e SoundCloud.


Eventos
Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 / 8618 / 8901 / 8675 • Fax: 3081-6892 

SBP-RS • R. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520