No Dia Mundial do Rim, pediatras reforçam importância da prevenção e diagnóstico precoce das doenças renais


Neste ano, o dia 14 de março marca a comemoração pelo Dia Mundial do Rim. A data, celebrada anualmente toda segunda quinta-feira deste mês, chama a atenção para a importância da prevenção e diagnóstico precoce das doenças renais, que atualmente atingem cerca de 850 milhões de pessoas em todo o mundo. A fim de promover o debate em torno do tema, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), em parceria com a Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), lançou um documento com orientações gerais sobre como eliminar ou reduzir os principais fatores de risco.

CLIQUE AQUI PARA LER A ÍNTEGRA DA NOTA

De acordo com a dra. Nilzete Liberato Bresolin, presidente do Departamento Científico de Nefrologia da SBP e uma das responsáveis pela elaboração do documento, é fundamental chamar a atenção dos pediatras e incentivar o engajamento dos especialistas em medidas de prevenção e diagnóstico das doenças renais ainda em fases iniciais.

“A prevenção deve ocorrer de forma primária, ou seja, o pediatra e outros profissionais de saúde precisam manter um alto grau de suspeita em relação às possibilidades de comprometimento renal. A intenção da nota é justamente destacar a importância desses cuidados, desde o pré-natal até a vida adulta”, afirma.

O texto traz recomendações de abordagens preventivas para as mulheres que desejam engravidar, gestantes e orientações também sobre como tratar recém-nascidos, crianças e adolescentes.

Outro ponto ressaltado pela nota é a relevância da participação de pais, dirigentes de escolas e de toda a comunidade no processo de conscientização da população pediátrica.

POPULAÇÃO DE RISCO – O texto aponta ainda a necessidade de realizar o rastreio dos pacientes considerados de risco, a partir da análise de fatores como: histórico familiar de doença renal crônica ou outra doença renal genética; de hipertensão, diabetes e doença cardiovascular; de tumores e traumas medulares; de malformações congênitas do trato urinário; e ainda em recém-nascidos de baixo peso e prematuros, especialmente prematuros extremos; entre outros casos.

Além da dra. Nilzete Liberato Bresolin, presidente do DC de Nefrologia da SBP, também assina o documento a dra. Maria Goretti Moreira Guimarães Penido, presidente do Departamento de Nefrologia Pediátrica da SBN. A nota conta ainda com a outorga da Asociación Latinoamericana de Nefrología Pediátrica (Alanepe) e International Pediatric Nephrology Association (IPNA).


Eventos
Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 

SBP-RS • Av. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520