carregando...

SBP abre inscrições para intercâmbio nos EUA

Reportagem 18/12/2015

Arino Faria de Oliveira NetoGabriel Frizzo Ramos_Residente USP_Intercâmbio CHOP1

A SBP abriu inscrições para seu Intercâmbio com o The Children’s Hospital of Philadelphia (CHOP). O Programa é destinado a médicos e residentes e as vagas disponíveis são para os interessados em custear as próprias despesas, que têm até 22 de janeiro para se candidatarem. Para participar, é necessário ter proficiência em língua inglesa, ser filiado ao Programa Médico Residente da Sociedade ou possuir o Título de Especialista em Pediatria (TEP) pela SBP/AMB. Em ambos os casos os candidatos devem estar adimplentes com a entidade.

Serão selecionados dez médicos (residentes em pediatria e pediatras) com melhor pontuação curricular e melhor proposta de intercâmbio, conforme descrito nos anexos V, VI e VII do edital. As propostas serão avaliadas por três membros da SBP de maneira independente. A lista com os nomes dos selecionados será divulgada no portal da SBP no dia 1º de fevereiro do próximo ano. O CHOP designou um dos médicos de sua equipe para receber os estagiários, acompanhá-los durante sua estadia, informa o dr. Kennedy Schisler, coordenador de Intercâmbio da SBP.

Clique aqui para ler o edital.

Residentes do IMIP e USP conquistaram as vagas com despesas custeadas pela SBP

Dois residentes de segundo ano – integrantes dos primeiros serviços que aderiram à formação de três anos com o novo currículo global – foram selecionados para o estágio no CHOP com algumas despesas custeadas pela entidade, conforme o Artigo 4º do edital.

Aprovados na proficiência em língua inglesa, Arino Faria de Oliveira Neto, do IMIP, em Pernambuco, e Gabriel Frizzo Ramos, da USP, em São Paulo, obtiveram as maiores notas na Avaliação Seriada para Obtenção do Título de Especialista em Pediatria (Avaliação do R1 do Ciclo 1), sendo premiados com a participação no Programa de Intercâmbio da SBP.

Arino foi o primeiro colocado, acredita que a oportunidade será uma troca importante: “O CHOP é um centro de referência mundial e a medicina dos Estados Unidos é bem avançada, o que contribuirá para a minha formação. De outro lado, posso levar a eles informações sobre doenças que são prevalentes aqui, no Nordeste, por exemplo, e praticamente desconhecidas lá”, diz.

Para o paulistano Gabriel, que ficou com o segundo lugar no concurso, estagiar no CHOP será uma oportunidade de “observar as semelhanças, os pontos positivos e negativos da medicina de cada país, ter um olhar mais crítico sobre a que realizamos e trazer o que há de melhor, valorizando o que fazemos de bom aqui”. Os trâmites estabelecidos no contrato entre a SBP e o CHOP estão em andamento e os dois “seguirão para a Philadelphia no primeiro semestre do próximo ano”, adianta o dr. Kennedy.

Aprendizado e reciprocidade

Para Colleen King-McClintock, diretor do CHOP, a parceria com a SBP “ajudará os brasileiros no desenvolvimento de suas capacidades clínicas”, ao mesmo tempo em que oferecerá aos profissionais do Hospital norte-americano a oportunidade de aprender com os colegas do Brasil. “Estamos ansiosos para receber, em breve, o nosso primeiro estagiário”, frisa.

O objetivo da SBP é proporcionar aos associados a possibilidade de “ampliar seu olhar, expandir horizontes, despertar novas ideias. “Queremos abrir as portas para que mais pediatras possam ter experiência em estágios internacionais, ampliando seus conhecimentos”, salienta Kennedy Schisler, diretor responsável pelo Programa.

A ideia do estágio surgiu em uma conversa informal com o presidente da SBP, Eduardo da Silva Vaz, durante um congresso, relembra: “Queremos que a Sociedade seja um ‘abre-alas’ para que os pediatras brasileiros possam estagiar em serviços de outros países, enriquecendo sua formação”, comenta. No Brasil há “centros de formação pediátrica de excelência”, assinala, e uma troca importante já ocorre em muitos serviços. “Vamos facilitar o caminho, abrir mais oportunidades”, observa.

O CHOP

Fundado em 1855, o The Children’s Hospital of Philadelphia (Hospital da Criança da Philadelphia) é o primeiro hospital pediátrico dos Estados Unidos e o que possui o segundo maior programa de treinamento na área da medicina de crianças e adolescentes. É também o maior centro pediátrico dos EUA em volume de verba para pesquisa do National Institute of Health (NIH). “O CHOP recebe, anualmente, em torno de 80 profissionais do exterior. Agora a SBP conquistou mais 12 vagas”, finaliza o dr. Kennedy Schisler.