carregando...

Crise da pediatria leva prefeituras a desativar atendimento infantil em parte das unidades

Saiu na imprensa 01/10/2015

em-gerais

Em meio a cortes no orçamento federal do SUS, prefeituras da Grande BH e do interior diminuem a oferta de especialidade e obrigam mães e filhos a peregrinar por unidades de saúde para conseguir tratamento

Por Valquiria Lopes – 06 de setembro de 2015

Pelo telefone, um dos funcionários da Unidade de Atendimento Imediato (UAI) Petrolândia, em Contagem, na Região Metropolitana de BH, informa que o serviço de pediatria está suspenso há dois anos. Na UAI Ressaca, no mesmo município, a busca pela especialidade também não encontra resposta positiva.

[…]De acordo com a presidente da Sociedade Mineira de Pediatria, Raquel Pitchon, a entidade recebeu, neste ano, informações de médicos de João Monlevade, Santa Luzia e Lagoa Santa sobre dificuldades no atendimento.

[…]segundo o vice-presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria, Paulo Poggiali. “Os acadêmicos de medicina estão se interessando mais pela área nas faculdades”, disse.

Leia mais.