carregando...

Pelo direito à amamentação

Saiu na imprensa 23/09/2015

logo-braziliense2015

Um casal de fotógrafos fez a convocação pelas redes sociais e, de imediato, as brasilienses responderam ao chamado. Assim surgia o Mamaço, um projeto que combate o preconceito sofrido por mulheres que alimentam os filhos em públicos com belos retratos.

Por Rafael Campos – 14 de setembro de 2015

Uma semana antes de ser fotografada para o projeto Mamaço, na Praça dos Três Poderes, a nutricionista Kátia Lima, 36 anos, foi ao mesmo local com os dois filhos. Enquanto Caio, 4 anos, corria pelo local, Paulo, 5 meses, sentiu fome. “Quando fui mãe a primeira vez, sempre atendi às necessidades do meu filho, só que com maior receio. Se estivesse em um shopping, corria para a área reservada. Agora, não sinto mais isso e o amamentei ali mesmo”, conta.

[…] Para Keiko Miyasaki Teruya, do Departamento de Aleitamento Materno da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), ações como essa demonstram o grave problema do preconceito. “Ainda existem locais onde elas são proibidas de amamentar, mas são convidadas a se retirar. Por que esconder um ato tão nobra? A criança tem o direito a ser alimentada”, afirma.

Matéria completa.