carregando...

Uso de andadores é proibido em escolas e creches de Belo Horizonte

Saiu na imprensa 29/07/2015

R7 Hoje em dia

Produto pode provocar serias lesões as crianças – 28 de julho de 2015

Risco de quedas, prejuízos motores e neurológicos. Segundo especialistas, são inúmeros os danos causados pelo andador infantil, também conhecido popularmente por “voadores”. Mas, para o alívio de pais e pediatras, o uso do equipamento em escolas e creches de Belo Horizonte foi proibido nesta terça-feira (28), em lei publicada no “Diário Oficial do Município” (DOM). A nova regra é válida para as instituições de ensino público e particular.

De acordo com o texto que originou a lei, do vereador Tarcísio Caixeta (PT), “há pelo menos um caso de traumatismo para cada duas a três crianças que utilizam o andador e que em 1/3 destes casos as lesões são graves”.  Para a médica Marislaine Lumena de Mendonça, presidente do departamento de segurança da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a proibição é uma vitória para o estado. “O Brasil não tem dados apurados sobre acidentes em andadores, mas o equipamento é considerado o segundo mais perigoso, perde só para os playgrounds”, diz.

Leia mais.