carregando...

História e avanços do JPED

SBP em Ação 07/07/2016

jped2016-historia

Em expressivo crescimento no número de acessos, com mais de 216 mil visualizações por ano, o Jornal de Pediatria (JPED) também evolui anualmente no fator de impacto – índice da Thomson Reuters que mede a quantidade de artigos publicados pela revista citados na literatura. “Cientificamente, o que mais vale é o fator de impacto, pois é o que mostra a importância de uma revista. Esses números demonstram a força da SBP e o apoio da diretoria para alcançarmos esse padrão internacional”, salienta Renato Procianoy, o editor-chefe. 

Em 2015, o fator de 2.062 – o que representa um aumento de 72% em relação ao ano anterior – colocou o JPED entre as 120 mais importantes publicações pediátricas do mundo e a única revista brasileira entre as 40 primeiras posições no ranking. Segundo o dr. Procianoy, “o crescimento do fator de impacto contribuiu para a quantidade e qualidade dos artigos recebidos, o que permitirá uma avaliação da revista ainda melhor no futuro”, observa. 

Desde o ano passado é produzido um suplemento anual, além das 06 edições bimensais, com artigos de revisão para atualização dos pediatras. “Ainda esse mês sairá o suplemento de 2016 e, em seguida, começaremos a planejar o do ano seguinte”, adianta o editor-chefe. 

Escolha dos artigos

São dois os tipos de critérios de escolha dos artigos: os originais, que são os mais frequentes, chegam ao JPED e são encaminhados para dois editores externos ao Conselho Editorial da revista, que avaliam o conteúdo e a metodologia. O parecer é enviado aos oito conselheiros, que definem se o material será aceito, voltará para os autores para modificações ou será recusado. “Já os suplementos são produzidos por pessoas de notório saber na área e que são convidadas a escrever sobre um determinado assunto”, explica o dr. Procianoy. 

82 anos de tradição

Em circulação desde 1934, o JPED é uma publicação bimestral, com artigos originais e de revisão, abrangendo as diversas áreas da pediatria. Dividido em cinco seções – Editorial; Artigos de revisão; Artigos originais; Cartas ao editor e Eventos – tem entre seus objetivos contribuir de forma sistemática para a elevação do padrão da prática pediátrica e do atendimento médico especializado em crianças e adolescentes. Entre suas fontes de indexação estão a Index Medicus/MEDLINE, SciELO, EMBASE/Excerpta Medica, Medical Research Index, University Microfilms International, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Sociedad Iberoamericana de Información Científica (SIIC) Data Bases, Science Citation Index Expanded, Journal Citation Reports/Science Edition J Pediatric (Rio de Janeiro).