carregando...

SBP pela disponibilização imediata da adrenalina autoinjetável!

SBP em Ação 17/06/2016

canstockphoto0358652

A anafilaxia – reação alérgica grave com início rápido – pode causar a morte, caso a pessoa não seja imediatamente tratada com a adrenalina, que deve, portanto, estar disponível aos pacientes sob forma autoaplicável. Isso já ocorre em muitos países, mas ainda não no Brasil, onde não há ainda tratamento adequado e apenas os quem têm condições conseguem importar a medicação a preços elevados, enfrentando inúmeras dificuldades burocráticas. A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) reafirma seu forte compromisso com os esforços para que o medicamento seja disponibilizado para quem precisa.

No último dia nove, o deputado Jutahy Magalhães Júnior tratou do assunto com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, em Brasília. Estava acompanhado de Elaine Gagete Miranda da Silva, doutora em Alergia e Imunologia pela Universidade de São Paulo, coordenadora do Grupo de Anafilaxia, integrante da Academia Americana de Asma, Alergia e Imunologia, quando entregaram ao ministro um abaixo-assinado com 12 mil assinaturas, apoiado pela SBP, defendendo que a adrenalina autoinjetável esteja ao alcance de todos os pacientes com quadro grave.

Em seguida, em sessão do Congresso Nacional, o deputado informou que recebeu a solicitação pelas redes sociais. Disse também que, ao participar da posse, no Rio de Janeiro, “da primeira mulher na presidência da Sociedade Brasileira de Pediatria”, tomou conhecimento da seriedade do problema através do dr. Álvaro Augusto Cruz, que é especialista na área de Asma e Alergia.

Assista aqui ao vídeo com o discurso do deputado Jutahy Júnior