PALS na SBP

O Programa de Reanimação Pediátrica da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) foi criado em 1998 com o objetivo de capacitar os pediatras em geral a reconhecer precocemente e atender adequadamente as crianças com iminente risco de morte e/ou com parada cardiorrespiratória. Por meio de convênio com a Sociedade Brasileira de Cardiologia / Fundação do Coração (SBC / Funcor), que divulgava os cursos de ressuscitação da American Heart Association (AHA) no Brasil, a SBP iniciou a implantação de um projeto ousado de formação de polos de treinamento do curso Pediatric Advanced Life Support (PALS) em várias filiadas no país.

Em setembro de 1998, ficaram definidos os primeiros oito polos para capacitação de pediatras no curso PALS, tendo-se, então, iniciado o processo de formação de instrutores e de aquisição do material necessário para o curso. Foram definidas as filiadas dos estados do Rio Grande do Sul (RS), Santa Catarina (SC), São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Minas Gerais (MG), Bahia (BA), Ceará (CE) e Pará (PA), para sediar os polos de treinamento. Em dezembro de 1999, foram implantados oficialmente os Polos de Treinamento, com o envio do material básico para a realização dos cursos PALS, tendo colaborado para que isso ocorresse através da parceria comercial com a Janssen-Cilag. A partir de setembro de 2001, aumentamos os Polos para dez, somando-se aos demais as filiadas do estado de Pernambuco (PE) e do Distrito Federal (DF). Em função do sucesso dessa iniciativa, com o passar dos anos, mais filiadas foram aderindo ao programa, implantando os seus polos: Paraná (PR), Paraíba (PB), Espírito Santo (ES), Amazonas (AM), Maranhão (MA), Rio Grande do Norte (RN), Alagoas (AL), Mato Grosso do Sul (MS) e Goiás (GO). Após 17 anos da implantação do programa, hoje somos 18 polos no país a proporcionar capacitação em ressuscitação cardiorrespiratória de crianças e adolescentes, já tendo treinado mais de 10 mil pediatras.

O Centro de Treinamento Fundação Sociedade Brasileira de Pediatria (FSBP), possui credenciamento junto à American Heart Association desde 2008 para os cursos Basic Life Support (BLS) e Pediatric Advance Life Support (PALS), com validade internacional.

Responsabilidades do Centro de Treinamento FSBP:

·         Administrar com qualidade os cursos a que estão habilitados, alinhando instrutores capacitados e promovendo sítios de treinamento;

·         Alinhar instrutores e sítios de treinamento, com comunicação consistente e frequente, sobre qualquer novidade ou atualização sobre normas nacionais, regionais ou procedimentos e normas para Centros de Treinamento, conteúdo e administração de cursos que podem, potencialmente, afetar o instrutor, em suas responsabilidades de execução dos cursos;

·         Ser a principal fonte de informação, suporte e controle de qualidade para todos os instrutores do programa da American Heart Association, alinhados ao seu Centro de Treinamento.