Associe-se

Balanço 2017: valorização e defesa da pediatria continuam no foco da SBP, lembra 1º vice-presidente da entidade


A valorização dos pediatras no Brasil é um objetivo que tem sido perseguido pela atual gestão da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). Para tanto, uma série de ações concretas tem sido desenvolvidas, sempre com o intuito de melhorar a percepção da sociedade em relação aos especialistas, reajustar os honorários pagos e aperfeiçoar as políticas públicas de saúde, com a oferta de melhores condições de trabalho e de atendimento aos profissionais e pacientes. Mas esse é um processo que está apenas começando.

Em entrevista ao SBP Notícias, o 1º vice-presidente da SBP, dr. Clóvis Francisco Constantino, fala sobre as atividades que o atual grupo gestor tem feito para a valorização da pediatria no Brasil, apresenta as metas da entidade, destaca a importância das filiadas da SBP, bem como dos investimentos feitos pela entidade em capitação profissional e educação continuada.

Motivado a superar os desafios que vem com 2018, o diretor reforça ainda a importância de se promover uma formação humanística para os pediatras. “A transmissão do conhecimento científico a quem necessita do pediatra é feita por meio de uma relação interpessoal médico-paciente e médico-paciente-família, e isso tem a humanística como base”, afirma.

Confira abaixo a íntegra da entrevista.

SBP Notícias – Quais ações vêm sendo promovidas pela atual gestão da SBP em defesa dos interesses da pediatria e dos pediatras?

Dr. Clóvis Constantino As ações se confundem, quase se entrelaçam. Quando elaboramos uma programação de atualização em termos científicos, estamos não só ajudando o pediatra a ser um melhor profissional, como também os pacientes que ele atenderá a ser melhor assistidos. Ao mesmo tempo, estamos fazendo com que haja uma conscientização da importância de se valorizar os honorários pediátricos, que ao longo das duas últimas décadas caíram muito, principalmente por ser uma especialidade clínica. Estamos trabalhando bastante nesse sentido, pois ajudará o pediatra, que, se sentindo mais satisfeito, impactará positivamente seus pacientes. Além disso, quando buscamos melhorar as condições para atuação dos pediatras, consequentemente contribuímos para uma melhor assistência às crianças e aos adolescentes. Dessa forma, a pediatria cresce mais.

SBP Notícias – Existe alguma meta que a Sociedade deseja alcançar nessas áreas?

Dr. Clóvis – Metas estanques não existem. Por exemplo, a atualização científica é constante, pois o conhecimento científico será sempre mutável em virtude da evolução das pesquisas. No entanto, vale reiterar que um de nossos objetivos é manter essa atualização na medida em que vão surgindo novidades no campo científico internacional. Outra meta é fazer com que os honorários pediátricos voltem a ser como 20 anos atrás, ou seja, levando com que o pediatra se sinta bem remunerado, inclusive com a atualização constante e periódica desses valores.

SBP Notícias – Qual a importância dessas ações para promover a valorização da especialidade?

Dr. Clóvis – Somos uma das maiores sociedades de especialidade médica do mundo. Trabalhando com essa intensidade e com esses objetivos primordiais, consolidaremos nossa posição como entidade representativa do especialista em pediatria do nosso País.


SBP Notícias – Como a SBP vem atuando para melhorar o atendimento e condições de trabalho no Sistema Único de Saúde (SUS)?

Dr. Clóvis – O SUS é uma parte extremamente delicada, pois atende 150 milhões de pessoas, sendo que o número de crianças e adolescentes dentro desse universo é muito grande. Sabe-se que o orçamento é finito e estanque, assim como a distribuição do dinheiro do poder público. Existem programas muito importantes, consagrados no mundo inteiro, como o de imunizações e o de transplantes, que não podem parar. Também a assistência à criança e ao adolescente, que consideramos prioritária por constar na Constituição, deve ser prioridade, pois esse segmento encerra o futuro da Nação. Assim, é importante lutar para que se adapte o orçamento, com priorização da assistência à criança e ao adolescente, do ponto de vista preventivo, curativo, investigativo e de reabilitação.

SBP Notícias – Poderia comentar a importância do posicionamento da entidade a partir da redação da Carta de Fortaleza para o Brasil?

Dr. Clóvis – O documento foi fruto de um debate muito bonito, intenso e extenso ocorrido no 38º Congresso Brasileiro de Pediatria, em Fortaleza (CE). Abrimos a mesa para todos os pediatras que estavam presentes no evento e puderam comparecer à reunião, que possuía horário exclusivo. Obtivemos dezenas e dezenas de solicitações e opiniões e, dessa forma, unimos tudo nesse documento, que resume os nossos anseios enquanto representantes de uma sociedade médica.

SBP Notícias – Qual a relevância das filiadas no contexto da defesa profissional?

Dr. Clóvis – As diferenças regionais são muito amplas num país continental como o nosso. Então, as necessidades em cada região são particulares. Existem variações de densidade demográfica, do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), econômicas, climáticas, por exemplo. Nesse sentido, a importância das filiadas, que representam a capilarização de toda a atividade da SBP, faz com que as grandes bandeiras sejam acopladas de acordo com as necessidades locais, com a flexibilidade necessária pela variabilidade regional. Então, sem a filiada a Sociedade seria um olimpo e não poderia agir da forma como age, bem regional.

SBP Notícias – Como a SBP vem atuando em relação ao investimento em educação continuada e capacitação profissional?

Dr. Clóvis – A SBP vem atuando cada vez de forma melhor.  A educação continuada é uma das fontes de ação mais importantes da instituição, justamente porque o conhecimento científico muda rapidamente. Ele é intenso e extenso. Portanto, é fundamental levarmos essas novidades e esse conhecimento adquirido aos pediatras. Seria inviável uma sociedade de especialidade como a nossa viver sem a priorização da educação continuada.

SBP Notícias – Qual a relação entre a promoção de uma melhor formação humanística do pediatra com o fortalecimento da especialidade?

Dr. Clóvis – Não é possível fazer medicina apenas com conhecimento científico. Os grandes estudiosos da medicina sempre disseram que o médico que só estuda medicina não é um bom médico. É preciso também ter uma boa formação humanística, por mais rico que seja o seu currículo, esse conhecimento só tem valor se for levado ao auxílio dos pacientes, das pessoas que necessitam dele – crianças, adolescentes e suas famílias – por meio de uma relação interpessoal médico-paciente e médico-paciente-família. Esse elo é a base humanística, pois, caso contrário, o contato poderia ser feito por um computador por meio de uma busca numa base de dados pela família. É necessário estimular a sensibilidade do pediatra, a sua empatia – capacidade de se colocar no lugar do outro – para que haja uma maior compreensão das necessidades das pessoas. Sem uma formação humanística isso não é possível. Sendo assim, insistimos nessa premissa, não só estimulando a leitura e formação em humanidade em geral, como também pelos nossos Congressos e outros eventos, sempre incluindo nos debates aspectos relacionados à ética médica e à bioética. Isso se tornará mais frequente no futuro porque um dos pilares dessa gestão é em humanidades.

SBP Notícias – Qual sua mensagem para os pediatras brasileiros em 2018?

Dr. Clóvis – Eu quero que os pediatras brasileiros confiem nas pessoas que estão dirigindo a SBP. Todos são bem intencionados e despedem energia, com muita frequência, interpretando os anseios vindos dos quatro pontos cardeais do País, das cinco regiões. A meta maior é trabalhar para que esses desejos se transformem numa ação que, esperamos, seja benéfica ao pediatra, às crianças e aos adolescentes – e suas famílias –, que são o futuro do Brasil.


Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 / 8618 / 8901 / 8675 • Fax: 3081-6892 

SBP-RS • R. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520 

Memorial • Rua Cosme Velho, 381 - Cosme Velho (RJ) - CEP: 22241-125 • 21 2245-3110