Associe-se

Câncer infantojuvenil é tema do Dia Mundial do Câncer 2017

Câncer infantojuvenil

A incidência, mortalidade e morbidade por câncer entre crianças e adolescentes no Brasil é o mote da campanha que será lançada pelo Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca) por ocasião do Dia Mundial do Câncer (4 de fevereiro). O lançamento oficial da iniciativa ocorrerá na próxima sexta-feira (3), na sede da instituição, no Rio de Janeiro. 

Além do anúncio oficial do hotsite da campanha, que já se encontra disponível em http://www.inca.gov.br/dia-mundial-do-cancer/, durante o evento será lançado um livro que trará informações inéditas sobre o tema, dentre elas os dados de incidência (coletadas por 25 Registros de Câncer de Base Populacional – RCBP), mortalidade (registradas no Sistema de Informação sobre Mortalidade-SIM/Ministério da Saúde), e de morbidade hospitalar (provenientes dos Registros Hospitalares de Câncer – RHC). 

De acordo com a dra. Maria Tereza da Costa, diretora-financeira da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), os pediatras têm papel fundamental na etapa do diagnóstico precoce, que permite o encaminhamento oportuno e adequado dos pacientes, para que recebam os cuidados seguindo os protocolos já existentes, aumentando, assim, as chances de sobrevida. 

“Embora tenhamos grandes centros de referência no tratamento de oncologia pediátrica, com excelentes profissionais, boa parte das crianças e adolescentes com câncer não conseguem ter resultados terapêuticos satisfatórios por diversas razões, uma delas é a questão do diagnóstico precoce”, observa a dra. Maria Tereza. 

A 2ª vice-presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (SOBOPE), dra. Sima Ferman, também concorda que o maior desafio atualmente é ampliar o diagnóstico precoce. Segundo ela, trata-se de uma doença curável em 80% dos casos. 

NOVOS CASOS – O Inca estima que, só em 2017, devem surgir 12.600 novos casos de câncer na faixa etária de zero a 19 anos. O chamado câncer infantojuvenil inclui, na verdade, vários tipos de câncer, dentre elas as leucemias, que representam 26% dos casos, seguida dos linfomas (14%) e tumores do sistema nervoso central (13%). 

No Brasil, o câncer é a principal causa de morte por doença em crianças e adolescentes, sendo superada somente pelos acidentes e mortes violentas. Entre 2009 e 2013, o câncer foi responsável por cerca de 12% dos óbitos na faixa de 1 a 14 anos, e 8% de 1 a 19 anos. No Brasil, foram registradas 2.724 mortes por câncer infantojuvenil em 2014 (ano mais recente com informações compiladas). 

TEMÁTICA – A campanha do Inca para o Dia Mundial do Câncer 2017 tem inspiração na mensagem “Nós Podemos Eu Posso”, definida pela Union for International Cancer Control (UICC) como lema para as campanhas realizada no período de 2016 a 2018. A organização não governamental une a comunidade internacional em torno da redução da carga global do câncer, a fim de promover uma maior equidade para integrar o controle da doença na saúde mundial e na agenda de desenvolvimento. 

Fundada em 1933 e com sede em Genebra, a UICC conta com a adesão de mais de 800 organizações em 155 países, entre elas as principais sociedades de câncer do mundo, ministérios da saúde, institutos de pesquisa, centros de tratamento e grupos de pacientes. A direção-geral do Inca integra seu corpo diretivo, que se reúne duas vezes ao ano para traçar planos e avaliar projetos.

Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 / 8618 / 8901 / 8675 • Fax: 3081-6892 

SBP-RS • R. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520 

Memorial • Rua Cosme Velho, 381 - Cosme Velho (RJ) - CEP: 22241-125 • 21 2245-3110