carregando...

“Guia de Gestão de Filiadas” é lançado pela SBP em reunião com presidentes das sociedades estaduais

SBP em Ação 12/12/2016

IMG-20161212-WA0036

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) lançou na sexta-feira (09), na reunião dos presidentes de filiadas, em São Paulo, o “Guia de Gestão das Filiadas da SBP”. Com o objetivo de auxiliar a gestão operacional dos presidentes e colaboradores das sociedades estaduais, o documento traz orientações sobre diversos processos administrativos comuns a todas as filiadas. Procedimentos como ritos eleitorais, formas atuais de repasses de valores, responsabilidades perante a Receita Federal, obrigações com o Estado e Município, dentre outros, são descritos de forma didática e objetiva.  

Com curadoria do dr. Fernando Barreiro, diretor de Integração Regional da SBP, e revisão da dra. Luciana Rodrigues Silva, presidente da entidade, a iniciativa faz parte do compromisso abraçado pela nova diretoria de promover um contato mais efetivo com as sociedades de cada estado.

“Cada uma delas tem uma história, idade de funcionamento e peculiaridades próprias. O nosso objetivo é estimular a aproximação das filiadas entre si, com os coordenadores regionais e com a diretoria. Queremos apresentar, de maneira uniforme, informações essenciais sobre gerenciamento e, assim, contribuir para tornar os processos administrativos mais eficazes e transparentes”, explica a presidente em mensagem editorial no Guia.

Segundo o dr. Fernando Barreiro, a publicação, entregue aos presidentes de cada uma das 27 filiadas, funcionará como instrumento de referência inicial para a gestão do trabalho. “O conteúdo foi elaborado para facilitar o entendimento sobre algumas áreas que, essencialmente, não integram o ofício da prática médica, como o Direito Trabalhista, pagamento de tributos e a organização de cursos e eventos”, ressalta.

O documento apresenta ainda, na seção Anexo, a íntegra do Estatuto Social da Sociedade Brasileira de Pediatria, que disciplina em suas cláusulas o relacionamento interno e externo da instituição. Também está incluso o Regulamento dos Departamentos Científicos (DC), em que se especifica o funcionamento geral desses grupos, com uma lista nominal dos integrantes dos Conselhos Científicos de cada DC.