39º CBP: diretoria-executiva da SBP se reúne com presidentes das filiadas para discutir projetos e metas

 A diretoria-executiva da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) reuniu-se com os 27 presidentes das filiadas da instituição nesta quarta-feira (9) para avaliar os projetos executados ao longo deste ano e discutir as metas para 2020. Os líderes estaduais falaram sobre como têm desenvolvido seus planos de gestão, as dificuldades enfrentadas e as alternativas para a solução dos problemas.

O encontro foi conduzido pela presidente da SBP, dra. Luciana Rodrigues Silva, o 1º vice-presidente, dr. Clóvis Constantino, o 2º vice-presidente, dr. Edson Ferreira Liberal, o secretário-geral, dr. Sidnei Ferreira, a 1ª secretária, dra. Ana Zöllner, a diretora-financeira, dra. Maria Tereza Fonseca da Costa e o 2º diretor financeiro, dr. Cláudio Hoineff. 

REANIMAÇÃO NEONATAL – A coordenadora do Programa de Reanimação Neonatal da SBP, dra. Maria Fernanda Branco de Almeida (PRN-SBP), apresentou um balanço dos cursos nos últimos três anos e meio da atual gestão e parabenizou as filiadas pelo empenho na promoção da qualificação dos especialistas por todo o País.

Somente no período entre maio de 2016 e setembro de 2019 foram realizados 4.254 cursos e aprovados cerca de 40 mil profissionais. Isso representa 26 cursos concluídos e 240 especialistas aprovados semanalmente. O site do PRN também conquistou a marca de 550 acessos diários. De 1994 até setembro de 2019, o PRN-SBP já certificou 111.378 profissionais em reanimação neonatal e conta, atualmente, com 1.173 instrutores em 236 municípios de Norte a Sul do Brasil.

Os números de residentes em Pediatria de último ano treinados em reanimação neonatal em 2018 impressionam: dos 1.596 matriculados em alguma das 283 residências no País, 1.514 (95%) já receberam o treinamento em reanimação. Outro resultado crescente apresentado pela dra. Maria Fernanda foi referente ao curso de Reanimação do prematuro (< 34 semanas), que conta atualmente com 885 instrutores. Entre maio de 2016 e setembro de 2019, foram 4.429 alunos aprovados. Desde 2012, já são quase 7 mil aprovados.

Já a segunda edição do curso de Transporte do Recém-Nascido de Alto Risco conta atualmente com 315 instrutores e certificou entre fevereiro de 2018 e setembro de 2019 1.744 profissionais. Criado em 2011, desde então já aprovou quase 6 mil profissionais.

“Todo o sucesso do nosso Programa só é possível graças aos coordenadores estaduais, que buscam levar os cursos para todos os lugares, promovendo, assim, uma expressiva melhora no atendimento dos recém-nascidos, e à diretoria-executiva da SBP. Para os próximos anos queremos qualificar mais ainda os residentes em pediatria e neonatologia, especialmente”, afirmou a dra. Maria Fernanda.

Ela informou que está em desenvolvimento, para 2020, um curso online para o conteúdo teórico; atualização do Curso para Parteiras Tradicionais; Divulgação do Minuto de Ouro pela SBP e filiadas; atualização da pesquisa de acompanhamento da mortalidade por asfixia: 2014-2018; e a liberação da adrenalina pré-diluída para uso pediátrico e estímulo a equipamentos nacionais para detecção de CO2 expirado e colchão térmico.

PUBLICAÇÃO – Outro tema tratado na reunião foi a ampliação do número de acessos da revista Residência Pediátrica (RP). O tema foi introduzido pela editora científica, dra. Marilene Crispino. Ela apresentou os números crescentes de acesso ao site da publicação, que tem atingido a marca de quase 50 mil acessos mês. “Se continuarmos nessa crescente curva, ao final de 2019 poderemos alcançar quase dois milhões de acessos. Além disso, pretendemos ampliar o número de downloads dos artigos publicados bem como indexar ainda mais a revista Residência Pediátrica no cenário internacional. Hoje a revista é acessada em 46 países”, enfatizou.

A editora científica apresentou ainda os expressivos de acessos aos podcasts: quase 25 mil. “Temos duas edições semanais, sendo às segundas-feiras os Relatos de Casos, no ar desde junho de 2019; e às quintas-feiras, sempre com um especialista convidado, no ar desde março de 2016”, acrescentou.

Dra. Marilene solicitou aos presidentes de filiadas o apoio para que estimulem os residentes locais a submeterem artigos científicos à avaliação do corpo editorial da RP. Com isso, espera-se uma maior participação dos novos médicos, especialmente os que residem nas regiões Norte e Nordeste. 

A presidente da SBP, dra. Luciana Rodrigues Silva, reforçou o pedido, solicitando aos presidentes de filiadas para que entrem em contato com os serviços de residência em seus estados e incentivem a produção científica entre os preceptores e residentes.

UAPI – A presidente da Sociedade Cearense de Pediatria (Socep), dra. Anamaria Cavalcante e Silva, apresentou os instrumentos de trabalho da Unidade de Saúde Amiga da Primeira Infância, promovido pela Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza (CE), em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef): a Caderneta de Saúde da Criança e o Prontuário Eletrônico das UAPI.

“As ações de monitoramento, avaliação e certificação de metas programáticas de Postos de Saúde inscritos no programa UAPI de Fortaleza, visam promover e defender os direitos da criança e do adolescente, em especial na área da saúde”, declarou dra. Anamaria.

Segundo ela, serão acompanhadas dez metas relacionadas a serviços básicos de saúde para gestantes e de puericultura que, se cumpridas no prazo pactuado, resultarão em um certificado e reconhecimento das unidades que obtiverem um bom desempenho na assistência à criança durante esses primeiros mil dias de vida.

Eventos
Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 

SBP-RS • Av. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520