COVID-19: Novas recomendações para assistência ao recém-nascido em caso de mãe com suspeita ou confirmação

postado 05/25/2020

O Programa de Reanimação Neonatal da Sociedade Brasileira de Pediatria (PRN-SBP) publicou nesta semana nova atualização da nota de alerta “Recomendações para Assistência ao Recém-Nascido na sala de parto de mãe com COVID-19 suspeita ou confirmada”, devido às constantes descobertas concretizadas pelos médicos e pesquisadores no decorrer da atual pandemia.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O DOCUMENTO

As alterações realizadas no documento reforçam a necessidade de os profissionais de saúde responsáveis pela assistência na sala de parto receberem treinamento, em ambiente simulado, a respeito das diretrizes estabelecidas para o atendimento do recém-nascido e da gestante com suspeita ou diagnóstico de COVID-19.

Conforme ressalta a publicação, deve ser dada ênfase especial ao treinamento da paramentação e desparamentação, uma vez que se trata do procedimento em que são notadas as maiores falhas que levam à contaminação de especialistas. Além disso, ressalta o documento, sempre que possível, é indicado usar salas de assistência pré-determinadas para o parto da gestante e para o atendimento ao recém-nascido, com fluxos de entrada de pessoal, entrada de equipamentos, limpeza e descontaminação previamente estabelecidos.

“Também é importante que o pediatra, durante a anamnese, esclareça e oriente os pais sobre todos os métodos adotados pelo serviço de assistência para prevenir a infecção pelo novo coronavírus”, pontua a publicação.

FILTROS – As mudanças na nota de alerta também incidem nas orientações sobre o uso de filtro durante a ressuscitação do recém-nascido na sala de parto. De acordo com o texto, a utilização de filtros de partículas virais nos dispositivos para a ventilação de neonatos está em estudo. Nesse momento, o material necessário para o cuidado do recém-nascido logo após o nascimento segue sem modificações.

A publicação explicita ainda que a manipulação das vias aéreas do recém-nascido de mãe com infecção suspeita ou confirmada de COVID-19 deve ser obrigatoriamente feita pelo profissional mais experiente da equipe. Se o neonato não precisar de medidas de suporte para a sua transição e estiver respirando de maneira rítmica e regular, basta fazer os procedimentos de cuidado de acordo com a rotina do serviço. Além disso, a indicação de banho na primeira hora de vida deve ser individualizada de acordo com as condições de cada instituição.

Confira todas as orientações da SBP a respeito da COVID-19 em https://www.sbp.com.br/especiais/covid-19/


Eventos
Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 

SBP-RS • Av. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520