Na Colômbia, presidente do DC de Adolescência da SBP estreita relações com instituições internacionais

Com objetivo de debater sobre os temas mais comuns acerca dos adolescentes, a presidente do Departamento Científico de Adolescência da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), dra. Alda Elizabeth Azevedo, participou das atividades do I Congreso Colombiano de Anticoncepción y II Congreso Integrado- Alianza Intersectorial de Adolescencia y Juventud de Iberoamérica, Italia y Caribe. 

O evento, que contou com cerca de 600 participantes, foi promovido pela Confederação de Adolescência e Juventude Ibero-americana, da Itália e do Caribe (Codajic) e pela Federação Colombiana de Obstetrícia e Ginecologia (FECOLSOG), em Barranquilla, na Colômbia, entre os dias 23 e 26 de outubro. Dra. Alda participou da atividade pré-congresso e também de uma mesa-redonda do evento, oportunidade em que trocou experiências com acadêmicos e residentes da área da saúde das universidades locais. 

Segundo a especialista, foi um encontro onde os participantes puderam refletir sobre as práticas cotidianas, analisar propostas, evidências científicas e conhecimentos. Na ocasião, houve ainda intercâmbio e estreitamento de relação entre os estudantes e os profissionais de diversas áreas da saúde de países distintos. Além de conversar com os especialistas sobre o cenário brasileiro, a dra. Alda apresentou aos presentes o guia da SBP sobre “Autolesão: como avaliar e tratar”. 

No segundo dia do evento, a especialista esteve presente na mesa-redonda “Adicionando olhares”, na qual foi discutida a atenção a adolescentes vítimas de abuso sexual e a abordagem dos adolescentes em vulnerabilidade social. A hebiatra brasileira apresentou a experiência do Brasil em relação ao tema, além de comentar o conteúdo exposto pelos outros palestrantes. 

O evento contou ainda com mesas-redondas e simpósios sobre temas como acesso à saúde, gravidez na adolescência, interrupção da gravidez, sexualidade, desafios com a alimentação, imigração, entre outros. Além da dra. Alda, estiverem presentes no Congresso as dras. Darci Bonetto, Letícia Petry de Faria, Maria Sylvia Vitalle, Marilucia Picanço e Maria Regina Domingues de Azevedo. 

ALAPE – Na ocasião, ocorreu também a eleição e posse da nova mesa diretora do triênio 2020-2022 do Comitê de Adolescência da Associação Latino-americana de Pediatria (Alape), além da decisão de acrescentar dois membros na gestão – que tem como função auxiliar a diretoria-executiva –, e da reformulação do estatuto da instituição. Estiveram presentes 20 delegados dos Países-membros, que aprovaram por unanimidade as escolhas dos novos gestores. 

A nova diretoria ficou composta pelas dras. Illiana Curiel, da Colômbia (presidente); Felicita Alonso, do Uruguai (secretária); Alda Elizabeth, do Brasil (coordenadora de grupos de trabalho); Soraya Alberto, de Honduras; e Daniela Carvajal, da Costa Rica, além dos delegados dos países participantes da Alape. 

De acordo com a dra. Alda, a participação e integração no Comitê de Adolescência da Alape tem sido fundamental para o enriquecimento das discussões e trabalhos científicos apresentados acerca dos adolescentes. 

“Desde que tenho participado dos eventos internacionais de adolescência representando a SBP, tenho sentido um crescimento enorme nas nossas produções. Nosso livro e documentos foram muito elogiados. Comparecendo às reuniões e a todas essas atividades, nós só temos a crescer e fortalecer o grupo de estudos da adolescência de todos os Países presentes”, afirmou. 

A especialista enfatizou também a importância da união entre os Estados-membros do Associação para a promoção da saúde das crianças e adolescentes. “O perfil desse público na América Latina é muito próximo. Podemos unir forças e fazer um trabalho de campanha de conscientização para que todos tenham uma vida melhor, mais saudável. Esse intercâmbio entre os Países permite mostrar que o Brasil tem muitos profissionais preocupados com os adolescentes e que nós temos como contribuir com trabalhos científicos”, declarou. 

Houve ainda a discussão sobre os adolescentes imigrantes, visto que esse é um tema de extrema importância no contexto atual e que muda radicalmente o cotidiano do jovem. Além disso, foram debatidos dois outros tópicos: a escolha de datas dos eventos relacionados à adolescência, que devem ser mais separadas para que os especialistas tenham oportunidade de ir a mais atividades; e acerca do site da Alape, que deverá ser atualizado com documentos científicos produzidos pelos Países. 

CODAJIC – Outra assembleia na qual a dra. Alda participou foi a da Codajic. Com quase quatro horas de duração, a atividade consistiu na discussão sobre o estatuto da Confederação. Na ocasião, foi feita uma reformulação do estatuto e do regime interno da associação. A redação do texto foi feita durante a própria reunião e as propostas foram aprovadas por unanimidade na hora. 

CONGRESSO MUNDIAL – Além disso, foi discutido também o apoio institucional da SBP na divulgação do 12º Congresso Mundial de Saúde do Adolescente, que ocorrerá entre os dias 5 e 7 de novembro de 2020, em Lima, no Peru. A grade científica ainda está em fase de elaboração, mas contará com discussões sobre assuntos em alta baseadas em estudos científicos. Para saber mais informações, CLIQUE AQUI

Conforme declarou dra. Alda, a participação dos especialistas em eventos internacionais é fundamental. “O reconhecimento de um trabalho importante do Brasil por parte da equipe organizadora dos eventos nesses países. Ir além das nossas fronteiras é muito importante para o DC de Adolescência da SBP. Os pediatras da instituição estão sendo reconhecidos internacionalmente e sendo convidados a palestrar em diversos países.

Eventos
Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 

SBP-RS • Av. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520