Sobape participa de caminhada roxa pela redução da prematuridade

postado 11/11/2019

O Brasil está entre os dez países com maior número de partos prematuros, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Para ajudar a reverter dados como esse a Sociedade Baiana de Pediatria (Sobape) está engajada nas ações do “Novembro Roxo”, mês mundialmente dedicado à prematuridade e que tem o dia 17 voltado à sensibilização. Na manhã deste domingo (10), a 2ª Caminhada Roxa, do Cristo de Ondina ao Farol da Barra, contou com apoio e participação da Sobape.

Organizada pela fisioterapeuta Tatiane Falcão, a caminhada também contou com o apoio da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), Associação Brasileira de Pais de Bebês Prematuros - ONG Prematuridade.com, Instituto de Perinatologia da Bahia (Iperba) RTA – Fisioterapia Respiratória Gentil, Grupo Band e Comunidade Door, entre outras entidades.

A presidente da Sobape, a pediatra Dolores Fernandez, destacou a importância da atividade, que reuniu pais, mães, e crianças, além de diversos profissionais de saúde, sobretudo das equipes multidisciplinares das UTIs neonatais do estado. “O prematuro precisa de cuidado integral para ter uma vida saudável. Por isso, precisamos sensibilizar a todos os profissionais e também as famílias desses bebês, que precisam do vínculo familiar”, destacou.

Antes da caminhada, Dolores Fernandez chamou a atenção para os direitos dos prematuros, muitos dos quais estavam escritos em placas que foram exibidas durante todo o percurso. “Entre tantos recursos tecnológicos, temos um aliado de ouro na luta pela vida saudável dos bebês prematuros: o leite materno. Esse é um alimento natural e extremamente rico, capaz de salvar vidas”, pontuou, destacando que a caminhada reunia crianças que nasceram em partos prematuros.

Pré-natal de qualidade - A pediatra defende que é preciso sensibilizar toda a sociedade sobre a importância da prevenção dos partos prematuros. “Além disso, é primordial investir na educação continuada para profissionais de saúde e atuar em defesa de políticas públicas voltadas aos interesses das famílias de bebês prematuros, além de garantir acesso das gestantes a um pré-natal de qualidade”, disse Dolores.

“Engana-se quem pensa que apenas fazer ultrassom é fazer um bom pré-natal. É importante ir logo ao obstetra para a fazer todos os exames e identificar de forma precoce os problemas que podem levar à prematuridade, como diabetes e a hipertensão arterial, assim como as infeções urinária e congênitas, como a sífilis por exemplo”, completou.

A pediatra lembra que um em cada dez bebês nasce prematuro e a prematuridade é a principal causa de mortalidade infantil antes dos 5 anos em todo o mundo. “O parto prematuro pode trazer sérias complicações para o bebê, que, além de nascer com baixo peso, pode apresentar fragilidade pulmonar, cerebral e em outros órgãos”, citou.

A 2ª Caminhada Roxa contou com animação de bonecos, pernas de pau e palhaços. Durante todo o percursos, os participantes cantaram paródias em defesa dos prematuros e entoaram gritos de guerra pela saúde dos bebês que nascem antes da 37ª semana de gestação.


Eventos
Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 

SBP-RS • Av. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520