'Vamos brincar?', um manual de ressocialização e prevenção aos riscos da 'telite'

À primeira vista, o livro 'Vamos brincar', lançado nesta quinta-feira (10) durante o 39º Congresso Brasileiro de Pediatria (CBP), por meio da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), é uma agenda diária de atividades e brincadeiras para os primeiros 12 meses de vida das crianças direcionado aos pais. O 'manual' elaborado pelas dras Liubiana Arantes de Araújo e Fabiana Arantes de Araújo Mendes, no entanto, está amparado em profundos estudos da neurociência e tem como objetivo comprovar que não há nada mais sofisticado para o desenvolvimento infantil do que as relações humanas que promovam conexões e trocas positivas de amor genuíno de forma bidirecional. 

CLIQUE AQUI PARA MAIS DETALHES

"Essas relações, conexões e trocas atingem seu potencial ótimo através das brincadeiras", garante a dra. Liubiana, que se diz preocupada com o excessivo uso das telas por país e crianças, "uma doença que especialistas chamam de telite". A ideia do livro surgiu da constatação de que as crianças da era digital começam a apresentar "prejuízos cognitivos". É o que é pior: começam a apresentar transtornos psíquicos, como ansiedade, depressão e autismo, comprovados, inclusive, por ressonâncias.

O livro chamou atenção de duas especialistas no tema "telite". A dra. Evelyn Eisenstein (autora do livro 'O direito de brincar na era digital') e dra. Suzana Estefanon, que compõem uma rede internacional que debate os prejuízos do uso prolongado e excessivo das telas de televisão ou digitais por crianças e adolescentes com alterações no desenvolvimento cerebral e mental. As duas estiveram no lançamento do livro "Vamos Brincar?", que teve sessão de autógrafos concorrida no estande da SBP.

Depois de trocarem experiências, a dra Liubiana concluiu: “Mais do que nunca, é necessário fazer um alerta aos pais para que eles retomem seus vínculos afetivos, invistam no relacionamento cara a cara com seus filhos e imponham regras ao uso da internet", alertou, constatando que os pais estão perdendo a essência das brincadeiras na infância.

Sobre as autoras:

Dra Luibiana Arantes de Araújo – É presidente do Departamento de Desenvolvimento e Comportamento da SBP desde 2016. Graduada em medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais, concluiu também o mestrado na área de neurociências, neuropediatria e reabilitação pelo Programa de Pós-graduação em Medicina e Saúde da Universidade Federal da Bahia. Possui título em Neurologia Pediátrica e em Terapia Intensiva Pediátrica e Neonatal.

Fabiana Arantes de Araújo Mende - Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais (2010). Atualmente é médica da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal. Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Saúde da Família e Pediatria.

Eventos
Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 

SBP-RS • Av. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520