Competências a serem adquiridas na Atenção Básica


  • Ter percepção e a análise crítica do sistema atual quando inserido na rede básica do Sistema de Saúde.
  • Desenvolvimento do raciocínio clínico, da compreensão do processo diagnóstico e terapêutico e da prática da relação médico-paciente, em situações de atendimento primário em saúde da criança e do adolescente. Deverá também desenvolver a compreensão da interação entre o social e o individual, recuperando os determinantes coletivos dos problemas individuais e as questões individuais dos problemas coletivos e de suas soluções.
  •  Realizar a anamnese e o exame físico completos do paciente, registrando as informações de modo claro e ordenado, valorizando os dados relevantes para cada caso.
  • Analisar criticamente as curvas de crescimento e perímetro cefálico de acordo com a idade da criança para avaliar o diagnostico nutricional e o crescimento craniano da criança
  • Discutir a atualização frequente do calendário vacinal
  • Diagnosticar o estado nutricional, desenvolvimento neuropsicomotor e o estado vacinal
  • Formular hipóteses diagnósticas
  • Indicar as condutas diagnósticas e terapêuticas para as situações mais comuns na prática médica.
  • Diagnosticar doenças mais prevalentes na criança e no adolescente
  • Discutir conduta médica com supervisor
  • Realizar a prescrição, reconhecendo a importância da adequação da dieta e as doses de medicamentos de forma individualizada, levando em consideração fatores pessoais como a idade e a massa corporal.
  • Acompanhar hidratação oral da criança
  • Fazer sutura, curativos e demais procedimentos com supervisão
  • Preparar inalações
  • Administrar medicação oral e intramuscular com supervisão
  • Formular esquema terapêutico adequado, identificando a necessidade de retorno à consulta e outras ações como: visita domiciliar, conversa com professor, procurar outra Instituição na rede de proteção, notificação de caso, etc.
  • Entender reunião de equipe identificando as atribuições dos membros e o funcionamento de uma equipe multiprofissional
  • Discriminar os casos clínicos que necessitem de interconsulta com especialistas.
  • Identificar as urgências e auxiliar em manobras de urgência
  • Orientar adequadamente o paciente e o responsável.
  • Integrar os processos diagnóstico, terapêutico e propostas de seguimento para os casos que acompanhe.
  • Compreender o atendimento domiciliar e elaboração de projeto terapêutico interprofissional ao atendimento integral do paciente, incluindo educação para a saúde nas situações ou síndromes clínicas mais prevalentes em atenção primária à saúde
Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 

SBP-RS • Av. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520