Competências a serem adquiridas em internações hospitalares:

  • Realizar anamnese e exame físico completo de uma criança doente.
  • Registrar as informações de modo claro e ordenado e valorizando os dados relevantes para cada caso.
  • Acompanhar e registrar a evolução de uma criança internada anotando os dados de maior importância para o acompanhamento do caso.
  • Realizar prescrição de um paciente internado, incluindo o cálculo das necessidades hidroeletrolíticas e nutricionais, e a dose de medicamentos.
  • Integrar as informações obtidas e a partir delas, elaborar as hipóteses diagnósticas pertinentes, indicando as condutas diagnósticas e terapêu­ticas.
  • Receber pacientes que retornam do Centro Cirúrgico ou da UTI realizando avaliação de acordo com a rotina do Serviço.
  • Solicitar exames para elucidação da hipótese diagnóstica.
  • Solicitar os exames subsidiários e discutir o resultado com os especialistas. ·         Acompanhar a realização de procedimentos nos pacientes
  • Diagnosticar doenças mais prevalentes: (pneumonia, quadros renais, quadros gastroenterológicos, doenças crônicas, etc.) nos níveis de atenção secundário, terciário e quaternário).
  • Acompanhar a orientação ao paciente e ao responsável em relação ao diagnóstico, prognóstico e conduta
  • Acompanhar a evolução do paciente
  • Interpretar exames radiológicos de tórax e abdome nas doenças mais prevalentes ·         Empregar métodos de imagem em situações de atendimento de urgência na criança, como: trauma torácico, craniofacial, abdominal e músculo-esquelético.
  • Orientar a alta hospitalar.
  • Realizar o exame físico de paciente em cuidados intensivos.
  • Conhecer o quadro clínico, a fisiopatologia e o diagnóstico diferencial das situações mais comuns em UTI pediátrica.
  • Conhecer a conduta diagnóstica e terapêutica das doenças mais prevalentes nos pacientes em situação crítica.
  • Desenvolver postura profissional e ética na relação médico-paciente.
  • Competências a serem adquiridas em neonatologia
  • Realizar anamnese e exame físico do recém-nascido em unidades de baixo risco e cuidados intermediários.
  • Identificar o quadro clínico e a fisiopatologia das doenças mais comuns em Neonatologia.
  • Formular as hipóteses diagnósticas concernentes a cada paciente.
  • Diagnosticar doenças mais prevalentes: nos níveis de atenção secundário e terciário.
  • Avaliar sinais de gravidade
  • Identificar a necessidade de encaminhamento para especialistas
  • Auxiliar no processo de reanimação neonatal
  • Discutir diagnóstico diferencial das doenças mais comuns em Neonatologia.
  • Identificar a conduta diagnóstica e terapêutica das doenças mais prevalentes em recém-nascidos de baixo peso e prematuros.
  • Acompanhar a evolução do paciente
  • Discutir conduta médica
  • Elaborar o plano de investigação, a conduta e o prognóstico do paciente de acordo com as hipóteses consideradas.
  • Fazer prescrição de medicação
  • Compreender a conduta diagnóstica e terapêutica das doenças mais prevalentes em recém-nascidos de baixo risco.
  • Orientar os pais ou responsáveis pelo paciente sobre o diagnóstico, prognóstico e conduta
  • Orientar os pais ou responsáveis pelo paciente nos cuidados com o recém-nascido e aleitamento materno
  • Orientar encaminhamento para a Rede Básica de Saúde, após alta
Nossos Endereços

SBP-Sede • R. Santa Clara, 292 - Rio de Janeiro (RJ) - CEP: 22041-012 • 21 2548-1999 

FSBP • Alameda Jaú, 1742 – sala 51 - São Paulo (SP) - CEP: 01420-002 • 11 3068-8595 

SBP-RS • Av. Carlos Gomes, 328/305 - Porto Alegre (RS) - CEP: 90480-000 • 51 3328-9270 / 9520