carregando...

Fórum da ABP discute “adoção”. Acadêmicos tomam posse

SBP em Ação 04/12/2015
forum2015-1
Drs. Euze e José Martins
Fotos Grande Angular Produções 

O desenvolvimento das crianças, o estresse tóxico, as relações familiares, a alienação parental, a violência e as drogas estiveram em debate em novembro, em Cuiabá (MT), durante a 16ª edição do Fórum da Academia Brasileira de Pediatria (ABP). Reunindo cerca de 600 pessoas, o evento teve entre seus destaques a palestra apresentada pela advogada Lindacir Rocha Bernardon, ex-presidente da Comissão Estadual de Adoção do Tribunal de Justiça do Mato Grosso e fundadora da Associação Mato-grossense de Pesquisa e Apoio à Adoção (Ampara), ONG voltada para a orientação das famílias.

“Foi emocionante ouvir sobre a experiência de Lindacir”, disse Euze Márcio de Carvalho, presidente da Sociedade Matogrossense de Pediatria (SOMAPE), filiada que organizou o evento em parceria com a Academia. Para ele, a importância dos Fóruns está exatamente em proporcionar visibilidade a esses trabalhos, já que a SBP se preocupa com o bem-estar da população infantojuvenil. Mãe de três filhas adotivas, Lindacir Rocha falou sobre crianças que já passaram por processos adotivos e foram devolvidas pelas famílias, prática que resulta em fortes traumas, e mostrou que é possível ter uma relação de afeto e constituir uma família, mesmo com crianças mais velhas. Uma de suas filhas também seu o seu depoimento, emocionando a todos.

O público, integrado por profissionais de diferentes áreas, participou ativamente, com perguntas importantes sobre todos os temas apresentados. “Eram professores, terapeutas, psicólogos, advogados e juízes, além de pediatras; pessoas que trabalham com crianças e com adolescentes em seu cotidiano, o que proporcionou um bom debate, com questões relevantes”, salienta José Martins Filho, presidente da ABP. Itinerantes, os Fóruns são organizados a partir do diálogo entre a Academia e a filiada que recebe o evento, considerando os interesses das sociedades de pediatria dos estados em relação aos temas e o que a Academia considera importante discutir naquele momento, explica.

 “Trata-se de um serviço que a SBP presta à sociedade civil, com elaboração e direção realizada pela Academia”, frisa o dr. José Dias Rego, coordenador do Fórum. Para Eduardo da Silva Vaz, presidente da SBP, fazer a interface entre a entidade e a sociedade civil é o grande papel que os Fóruns da ABP têm cumprido, “com muita competência”.

Eleição e posse na Academia

Também em Cuiabá, foi realizada a Assembleia da ABP. A atual diretoria foi reeleita para a gestão 2015/2017. Por unanimidade, os drs. José Martins Filho continua sendo o presidente; Álvaro de Lima Machado, o vice-presidente; e Reinaldo Martins Menezes permanece no cargo de secretário. Além disso, tomaram posse como acadêmicos os drs. Magda Carneiro Sampaio (SP) e Ney Marques Fonseca (RN) e foram eleitos os drs. José Sabino de Oliveira (MG) e Sandra Grisi (SP). O 17º Fórum está marcado para Recife (PE), dias 17 e 18 de março de 2016.

forum2015-2
Acadêmicos em Cuiabá