carregando...

Governo quer permitir partos sem pediatra

Saiu na imprensa 15/05/2015

Estadao_saude

 

Medida em estudo pelo Ministério da Saúde é questionada por associações médicas, que veem risco para saúde de mães e bebês

Por Lígia Formenti – 14 de maio de 2015

Associações médicas criticaram duramente nesta quarta-feira, 13, a proposta do Ministério da Saúde com diretrizes para a realização de partos no País. O texto, que estava até quarta em consulta pública, permite que o parto seja feito sem a presença de médicos pediatras – algo considerado temerário pelos profissionais.

“Fomos consultados para elaboração do texto. Mas o formato apresentado na consulta está longe de ter a nossa concordância”, afirmou o diretor da Associação Médica Brasileira (AMB), José Bonamigo. A AMB, a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) e a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), enviaram nesta quarta ofício ao ministério repudiando o relatório. 

Leia mais