carregando...

6º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal reúne mais de 1400 participantes

SBP em Ação 21/04/2016
6º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal_BH
Fotos: Luis Fernando

Com a meta principal de atualizar os pediatras que atendem em sala de parto com base nas novas diretrizes do Programa de Reanimação Neonatal da SBP (PRN) – elaboradas a partir de recomendações do Comitê Internacional de Reanimação/Força Tarefa Neonatal (ILCOR, sigla em inglês) –, o 6º Simpósio Internacional de Reanimação Neonatal (PRN-SBP) foi realizado em Belo Horizonte, no último final de semana, reunindo mais de 1.400 participantes.

Dentre os conferencistas, estavam lideranças mundiais na condução do processo de renovação do conhecimento na área, como Jeff Perlman, que coordenou a delegação neonatal do ILCOR de 2005 a 2015; Myra Wickoff, que assumiu a delegação em 2015; e Gary Wiener, editor da 7ª edição do Manual de Reanimação Neonatal da Academia Americana de Pediatria, que será lançado ainda este ano.

As coordenadoras Ruth Guinsburg e Maria Fernanda Branco Almeida lembraram a trajetória do PRN-SBP, salientando que “O Brasil hoje tem o segundo maior programa do mundo, com 80 mil profissionais treinados, dos quais 32 mil nos últimos cinco anos”. A força do trabalho está em cada um dos nossos mais de 800 instrutores”, frisaram.

Eduardo da Silva Vaz, presidente da SBP, comemora os números obtidos, ressaltando que “95% dos residentes de pediatria estão treinados pelo PRN e que 80% das maternidades do SUS nas capitais têm instrutores capacitados pelo Programa, que muito tem contribuído para a melhoria das condições de nascimento e vida das crianças”. A Sociedade vem trabalhando muito para informar as famílias sobre o risco e a importância do momento, com a campanha “Minuto de Ouro”.

Vitória

De acordo com Márcia Penido, presidente do Simpósio, foi muito comemorada, durante o evento, a conquista da SBP que garante a presença do pediatra na sala de parto, com a  Portaria nº 306, de 28 de março de 2016, que aprova as “Diretrizes de Atenção à Gestante: a operação cesariana”.  No trabalho de reverter decisão anterior do Ministério da Saúde, “dr. Eduardo teve um papel muito importante”, disse, informando que esse foi o tema de sua fala na abertura do evento.

O Simpósio como um todo foi focado no “Minuto de Ouro”, comentou a dra. Márcia. “Era grande a motivação dos pediatras presentes, até mesmo pela divulgação que foi feita, sobre aquele minuto em que recém-nascido deve respirar e, se isso não ocorrer a contento, ser atendido. Um minuto que vale uma vida. Foi a primeira vez que percebemos como essa informação se difundiu pelo País inteiro”, finaliza.

Clique aqui para ver a distribuição dos participantes por estado