carregando...

CANP é sucesso e Conselho Superior aprova calendário eleitoral

SBP em Ação 02/06/2015
Eduardo Vaz e Marilene Crispino
Eduardo Vaz e Marilene Crispino

A pediatra brasileira está cada vez mais conectada, com mais acessos às suas publicações, Programas mais ouvidos e campanhas fortalecidas. A Puericultura vem sendo conquistada com mobilização, as filiadas da SBP caminham para seu fortalecimento e o trabalho do médico de crianças e adolescentes para sua valorização. Essas as boas notícias que vêm das reuniões realizadas em São Paulo, dias 15 e 16 últimos, pelo Conselho Superior e pelos Fóruns de Integração Regional e Defesa Profissional.

 “Já discutimos com o MEC, que tem altíssimo interesse em abrir os novos Programas de Residência em Pediatria e a nova Área de Atuação em Desenvolvimento e Comportamento que estamos propondo”, adianta Sandra Grisi, diretora de Ensino e Pesquisa da Sociedade. “Sensacional! Parabenizo a SBP” diz, empolgado, José Martins Filho, presidente da Academia Brasileira de Pediatria (ABP), salientando a importância da inclusão, no exame, das relações sociais e das crianças nesse contexto, além do chamado estresse tóxico – conceito científico segundo o qual os pequenos que, a longo prazo são marginalizados e não recebem carinho, podem apresentar lesões cerebrais provocadas pelo sofrimento.

Ousadia e seriedade

Logo CB Pediatria_2015Um mural com fotos de crianças desaparecidas no município é a proposta apresentada por Raquel Pitchon, presidente da Sociedade Mineira de Pediatria (SMP) e aprovada já para o próximo Congresso Brasileiro de Pediatria, que se realizará no Rio de Janeiro, de 12 a 16 de outubro, sob a presidência de Edson Liberal. O evento contará com palestras e mesas-redondas com temas que vão da puericultura até “quando pensar em câncer”, do “neonato com distúrbio da diferenciação sexual” e dos testes de triagem ao atendimento do paciente politraumatizado”.

Um suplemento especial sobre Adolescência, coordenado por Rachel Niskier, está sendo preparado para a revista online que a SBP dedica aos jovens. Residência Pediátrica (RP), agora também editada em espanhol, tem tido acessos crescentes, informa o editor, Clemax Sant’Anna. “Divulguem em sua região!”, sugere. “Já recebemos o primeiro artigo do exterior”, comemora a secretária-geral da Sociedade, Marilene Crispino. “Parabéns à RP”, exclama Fernando Nóbrega, ex-presidente da SBP e da ABP.

Dra. Maria Fernanda e dr. Ruth“Nossa meta é treinar todos os residentes”, ressalta Maria Fernanda Branco (na foto, à esq.), da coordenação do Programa de Reanimação Neonatal da SBP e que não costuma deixar por menos. A Brasileira já comprou material para as filiadas, lembra. “Treinamos pediatras, médicos para onde não há especialistas na infância e adolescência, enfermeiras para onde não há médicos e parteiras na Região Amazônica”, reforça. “A ventilação é difícil, a chance de dar errado é grande e a entubação no Brasil é ato médico”, lembra Ruth Guinsburg (foto), anunciando o novo site “de ouro”, também apresentado em inglês, e já divulgado pela Academia Americana. À recente consulta pública, que sugeriu retirar o pediatra da sala de parto, a SBP e Eduardo Vaz responderam com força, união de entidades nacionais, convite à participação dos associados e grande repercussão pela imprensa.

Dra. Roseli Sarni“O CANP pegou!” – frisa a coordenadora do Curso de Aprimoramento em Nutrologia Pediátrica, Roseli Sarni (foto), que em agosto reunirá 62 instrutores para atualização e já com agenda cheia. Apenas em 2015 são 20 cursos. O manual para profissionais da saúde tem sido aplaudido, bem como o programa especial para residentes, as receitas práticas e o novo módulo Obesidade tem estreia prevista para até novembro.

Eleições a partir de janeiro

 “Esperamos ter como resultado um processo tranquilo, moderno, transparente, econômico, prático, rápido, com a mais ampla participação dos associados”, salienta o presidente da Comissão, Alberto Cubel Júnior, sobre as eleições para a direção da SBP. O calendário foi aprovado por unanimidade e o edital sai em janeiro no próximo ano. A posse dos dirigentes foi marcada para a reunião de 13 de maio de 2016. Nova sede da Fundação (FSBP) foi inaugurada, em São Paulo.

Mas nada como os bons exemplos de mobilização e resultado, obtidos por filiadas como Sergipe – onde a pediatria agora é “padrão-ouro” seguido pela juventude, com novos consultórios e patamar superior nas negociações com o Serviço Público. Diferente, mas com igual consistência, é o trabalho na Defesa Profissional realizado no Rio Grande do Sul e apresentado por Marcelo Porto. Bem sabem os dedicados diretores da Brasileira, Milton Macedo e Mario Lavorato.

Hoje o Brasil dispõe de um pediatra para cerca de duas mil crianças, assim como a Comunidade Europeia. Registra taxa de fertilidade próxima à de Portugal, a mais baixa no Velho Mundo. E, se aqui a distribuição de profissionais ainda deixa a desejar, bem como o sistema de saúde, a SBP “é mais, é de todos”, garante Eduardo Vaz, há 17 anos nas diretorias que foram perguntar às crianças o que as deixa felizes. Abraço, atenção e carinho é a resposta.

Clique para navegar no novo site da Reanimação Neonatal da SBP;

. Conheça aqui a íntegra do calendário eleitoral.